Coldplay e BTS mostram bastidores do clipe grandioso de “My Universe”

Com depoimentos de diretores, o vídeo revela detalhes das gravações que dividiram as equipes entre Espanha e Coreia do Sul

07 outubro, 2021

No final de setembro, Coldplay e BTS se transformaram em habitantes de outros planetas para o clipe intergaláctico de “My Universe”, colaboração entre os dois grupos e segundo single do novo álbum da banda britânica. Nesta quinta-feira (7), os dois lados mostraram os bastidores da produção.

No vídeo, o diretor Dave Meyers conta que o grandioso clipe de “My Universe” é sobre o poder que a música tem de unir as pessoas, independente das diferenças. “A premissa é bem simples, são diferentes bandas fazendo um som em diferentes planetas”, conta o diretor, acrescentando que há uma banda alienígena chamada Supernova 7. “Por trás disso tudo há o esforço de uma DJ para conectar as três bandas e transmitir o sinal (que mostra os três tocando juntos por meio do hologramas) para todo o mundo”, completa o diretor.

Assista ao vídeo completo:

No clipe, Coldplay canta direto do planeta Floris, enquanto BTS está no planeta Calypso e a banda Supernova 7 no Supersolis. Os três planetas fazem parte do “The Spheres”, sistema solar fictício desenhado especialmente para dar vida ao universo criativo do álbum “Music of the Spheres“.

Ainda compõem o The Spheres os planetas Coloratura, Echo, Epiphane, Infinity Station, Kaotica, Kubik, Neon Moon I, Neon Moon II e Ultra. Cada um deles está ligado a uma música do álbum que Coldplay lançará no dia 15 deste mês. Ainda há o astro Aurora, que é conhecido como “o planeta perdido”.

“My Universe” é o segundo clipe do Coldplay que se passa nesse sistema solar. A primeira aventura por lá aconteceu no vídeo de “Higher Power”, produção que também foi dirigida por Dave Meyers.

Também no vídeo de bastidores de “My Universe”, RM, membro do BTS e um dos compositores da canção, explica que Chris Martin escreveu o single em diferentes cidades e depois voou para Seul, na Coreia do Sul, para gravar os vocais com o grupo. “A história do clipe vai transmitir totalmente a vibe e a mensagem da música”, opina.

Coldplay grava o clipe de “My Universe” nas piscinas de Castellnou. Youtube/Reprodução

Françouis Audouy, Diretor de Produção do clipe, também deu seu depoimento no vídeo de bastidores. Ele comemorou o fato de que a equipe não demorou a encontrar o lugar perfeito para gravar. “O clipe é realmente um projeto único. Nós tivemos muita sorte de encontrar essas piscinas abandonadas tão perto de Barcelona. Isso se conecta com os três ricos planetas que fazem parte da história. Cada um tem uma linguagem totalmente diferente. Construções tão complexas como essa normalmente são utilizadas em produções grandiosas de Hollywood (e não em clipes)”, argumenta Audouy.

Como o diretor explicou, o Coldplay filmou sua parte na Espanha, direto das Piscinas de Castellnou, em Rubí (parte da Catalunha). A banda gravou no dia oito de julho, enquanto o BTS filmou suas cenas duas semanas depois, na Coreia do Sul.

Já nos minutos finais do vídeo de bastidores, Simon Windsor fala sobre a experiência de transformar a gravação em um resultado mais imersivo, com efeitos mais reais. “Estamos cercados por 106 câmeras que capturam, de forma detalhada, e criam uma representação em 3D da pessoa que está no centro. Como resultado, os dados são usados pela equipe de VFX para criar um conteúdo criativo e imersivo”, explica Windsor, mostrando como Coldplay e BTS filmaram as cenas em que estavam cercados por mais de 100 câmeras.

Chris Martin nas gravações do clipe de “My Universe”. YouTube/Reprodução

Publicado há exatamente uma semana, o clipe de “My Universe” já ultrapassa a marca de 48 milhões de visualizações no YouTube.

Vitor Babilônia

Vitor Babilônia é Editor-Chefe do Viva Coldplay e Roteirista da Rede Globo. Sua formação passa por instituições como Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Vancouver Film School. Ele é fã da banda desde 2004.

error: Content is protected !!