18 momentos históricos dos 18 anos de Coldplay

16 janeiro, 2016

Há exatos 18 anos, o Coldplay se preparava para seu primeiro show. Em 2016 a banda atinge sua ‘maioridade’ e presenteia os fãs com uma história de gente grande. São 7 álbuns, 7 Grammy Awards e centenas de shows ao redor do mundo! Para comemorar essa data significativa, separamos 18 momentos históricos da banda durante esses 18 anos.


#1 PRIMEIRO SHOW DA BANDA

Foi numa sexta-feira, no Laurel Tree, em Camden (Londres), que Jonny, Guy, Chris e Will subiram no palco pela primeira vez juntos, mas ainda como Starfish. A setlist incluiu ‘If All Else’, ‘So Sad’, ‘Panic’, ‘Vitamins’, ‘High Speed’ e ‘An Ode to Deodorant’.


#2 CLOCKS, A MÚSICA DA DÉCADA

Em 2013, o terceiro single do álbum ‘A Rush of Blood to the Head’ foi eleito pelos ouvintes da Rádio BBC como a melhor música da década, em uma enquete realizada em comemoração dos 10 anos da rádio britânica. “É um ótimo resultado. Eles certamente são uma das maiores bandas da atualidade”, disse o apresentador Steve Lamacq.


#3 HOPE FOR HAITI NOW

Em 22 de janeiro de 2010, Coldplay participou do concerto beneficente para arrecadar fundos para as vítimas do terremoto no Haiti. Nesta noite a banda tocou uma versão adaptada de ‘A Message’, que recebeu o nome de ‘A Message 2010‘ e Chris Martin ainda se juntou a Beyoncé na performance de ‘Halo’.

1269750_580600221977515_651626460_o


#4 PULANDO NA GALERA

Um dos momentos mais inesperados em um show do Coldplay aconteceu em uma apresentação no Sound Relif durante a passagem da Viva la Vida Tour pela Austrália em 2009. Enquanto a banda tocava um dos maiores hits do X&Y, Chris Martin resolveu pular na galera e sair correndo.


#5 TOCANDO COM A ORQUESTRA FILARMÔNICA DE NOVA YORK

Em 2002, a banda tinha acabado de viver sua primeira experiência no Grammy. Um ano depois, eles estavam de volta para tocar com a Filarmônica de Nova York. Esta foi uma grande performance em todos os sentidos. Tocar Politik em Nova York tinha um peso enorme, principalmente pelo fato de ser uma canção sobre os ataques do 11 de setembro, que ainda eram bem recentes na época. Nesta cerimônia do Grammy a banda ainda levou para casa os prêmios de  melhor álbum de música alternativa, com o ‘A Rush Of Blood To The Head’ e melhor performance de Rock, com ‘In My Place’.


#6 COMPRA DA PADARIA

Em 2006 a banda comprou uma padaria que estava desativada no norte de Londres e transformou em seu “quartel general”, daí a origem do nome do estúdio: ‘The Bakery’. Foi a primeira vez desde a época da faculdade que tiveram um lugar para trabalharem juntos que era de fato deles.

art2-620x500


#7 WAR CHILD

Já imaginou o Coldplay dividindo palco com o pessoal do The Killers, com o Bono e com o Gary Barlow? Foi o que aconteceu em um show realizado em apoio à organização War Child, que protege crianças que vivem nas zonas de guerra mais perigosas do mundo. O evento começou com a apresentação da banda de Vegas, The Killers, e terminou com Coldplay, mas antes de deixar o palco, as duas bandas se uniram para tocar o clássico ‘All These Things That I’ve Done‘, com a presença dos vocalistas do U2 e do Take That.

bwc04


#8 TRÊS VEZES MELHOR BANDA DA ATUALIDADE

Em 2005, o Coldplay foi premiado, na cerimônia realizada pela revista Q Magazine, como sendo a melhor banda da atualidade. A história se repetiu em 2008 e em 2011. Nessas três edições, o Coldplay venceu bandas como U2, Muse e Arcade Fire.

chris-martin-faz-careta-e-guy-berryman-e-jonny-buckland-do-coldplay-seguram-o-trofeu-de-melhor-banda-da-atualidade-no-q-awards-1319547047350_1920x1080


#9 PRIMEIRA PERFORMANCE DE PRINCESS OF CHINA COM RIHANNA

A cantora de Barbados foi a primeira a fazer um dueto para um álbum do Coldplay. Princess of China, quinto single do Mylo Xyloto, teve sua primeira (e uma das únicas) performance ao vivo com a presença de Rihanna em uma versão acústica na 54ª edição do Grammy Awards, no dia 12 de Fevereiro de 2012 em Los Angeles.


#10 LIVE 8

O Live 8 foi uma série de shows que ocorreram no início de Julho de 2005 nos países integrantes do G8 e África do Sul. No dia 2, o Coldplay se apresentou em Londres e além de tocar os clássicos In My Place e Fix You, recebeu Richard Ashcroft, vocalista do The Verve, para a memorável performance de Bitter Sweet Symphony.


#11 THE NAPPIES

Para comemorar o nascimento da Apple, primeira filha de Chris Martin com Gwyneth Paltrow, a banda gravou um vídeo bem humorado com seu então produtor Ken Nelson tocando e dançando um rap como a banda fictícia The Nappies.

2004_05_14_META


#12 ENCERRAMENTO DAS PARAOLIMPÍADAS

Em um espetáculo grandioso com pouco mais de uma hora de duração, Coldplay foi a banda responsável pelo show de encerramento dos jogos Paraolímpicos de Londres de 2012. A banda apresentou seus grandes sucesso e ainda contou com a participação de Rihanna e Jay-Z .


#13 FAIRPLAY 2002

Em 2002 o Coldplay realizou um show beneficente para promover a campanha do Make Trade Fair, e contou com a participação de Ms. Dynamite, Noel Gallagher, e Simon Pegg, que tocou gaita durante a performance de Don’t Panic. O MTF é uma campanha da Oxfam que defende a igualdade no comércio entre países de primeiro mundo e países subdesenvolvidos.


#14 HOW WE SAW THE WORLD 

No show realizado em março de 2006, no Canadá, a banda apresentou seus maiores sucessos dos três primeiros álbuns. O show foi gravado e transmitido posteriormente na TV com o nome de “How We Saw The World”. Apesar da forte especulação na época, o concerto nunca foi lançado como DVD oficial da banda.

Coldplay_2006-03-23_Toronto_screen_01285985822


#15 PRIMEIRO SHOW COM XYLOBANDS

A primeira vez que a banda usou a tecnologia das pulseiras de LED foi no show do dia 26 de outubro de 2011, em Madrid, que fazia parte da série de concertos do ‘American Express Unstaged’. As Xylobands viraram um marco na Mylo Xyloto Tour e tudo indica que elas estarão de volta na próxima turnê do Coldplay.


#16 GLASTONBURY 2002

A edição de 2002 foi a terceira vez da banda no festival, mas primeira como headliner. A intenção era lançar o ‘A Rush of Blood to the Head’ antes do festival, mas isso não foi possível devido a atrasos na gravação do álbum. Então, além da pressão de estreia no palco principal, a banda estava preocupada com a forma como o novo trabalho seria recebido pelo público, uma vez que iriam tocar novas músicas que ninguém havia ouvido até então. Se esse show fosse um desastre, todos os comentários a respeito do segundo álbum seriam relacionados com a decepcionante performance no Glastonbury. De cara a banda abriu o show com Politik e não precisa nem dizer que foi incrível, né?


#17 VIVA LA VIDA

Sem dúvida tanto o álbum quanto a turnê do Viva foram um divisor de águas na carreira do Coldplay. A banda cresceu em potencial. O ‘Viva la Vida or Death and All His Friends’ foi um álbum conceitual bem diferente dos trabalhos anteriores, a banda passou a vestir uniformes temáticos nos shows, a customizar os instrumentos musicais e a fazer grandes espetáculos em arenas e em estádios lotados de fãs. O grande sucesso alcançado com o Viva é incontestável: o single que dá nome ao álbum (ou melhor, parte do nome) chegou ao topo do ‘the UK Singles Chart’ e do ‘Billboard Hot 100’, se tornando o primeiro single do Coldplay a alcançar o topo das paradas britânica e americana.

6D67DE09-FE21-4E2E-5ACB0578A14ACDCB


#18 GRAMMY 2009

Falando no Viva la Vida, o álbum rendeu muitos prêmios para a banda. Das 30 indicações que o Coldplay já recebeu em Grammys, nove delas foram na 51ª edição da premiação. No dia 8 de fevereiro de 2009 a banda acumulou mais 3 três vitórias, resultando em um saldo de 7 gramofones conquistados em sua carreira. Nesta noite a banda ainda tocou Lost+ com o Jay-Z  e o grande sucesso, que ganhou o prêmio de música do ano, Viva la Vida.

Coldplay-at-Thr-Grammys-2009-coldplay-4142037-1222-840


E para você, qual foi o momento mais marcante nesses 18 anos de Coldplay?

error: Content is protected !!