Conheça Felipe Foster, o brasileiro que criou o pôster de “My Universe”

Em entrevista ao Viva Coldplay, o designer falou sobre o processo de criação e explicou como foi abordado pela equipe do Coldplay

01 outubro, 2021

Na última quarta-feira (29), o brasileiro Felipe Foster viu sua arte repercutir ao redor do mundo quando Coldplay publicou um pôster assinado por ele para anunciar o lançamento do clipe de “My Universe”, single que a banda lançou recentemente em parceria com o BTS.

Foster, de 26 anos, mora em Jataí e conta que a equipe do Coldplay entrou em contato por meio de sua conta no Instagram, a @Fosterlands. O goiano recebeu uma mensagem direta depois de chamar a atenção da banda com um pôster que ele fez apenas para compartilhar na internet e que tinha como tema a faixa “Higher Power” – single que antecedeu “My Universe” e que marcou o início da divulgação de “Music Of The Spheres”, álbum que o Coldplay lançará no dia 15 de outubro.

O clipe de “Higher Power” foi lançado em junho e o brasileiro foi convidado para o trabalho pouco depois. Com contrato de confidencialidade, ele guardou o segredo até o momento em que o pôster de “My Universe” foi publicado nas redes do Coldplay. Hoje, o trabalho de Foster já acumula mais de 600 mil curtidas na conta oficial da banda no Instagram, enquanto o clipe, que conta com o pôster em sua imagem de miniatura e que foi lançado no dia 30 de setembro, já passa de 23 milhões de visualizações no YouTube.

— Iniciei o pôster em agosto. Nesse tempo foram várias versões e alterações no decorrer do caminho. Trocamos bastante fotos, testamos muitas cores e fontes até chegar no resultado final — diz Foster, acrescentando que a parte do Coldplay foi aprovada com mais rapidez, enquanto a do BTS precisou ser refeita algumas vezes.

Com design assinado pelo brasileiro, o pôster contou com direção de arte Rahul. Os dois já assinaram alguns trabalhos juntos, sendo o primeiro deles o pôster de “Don’t Go Yet”, clipe lançado pela cantora Camila Cabello neste ano. Durante a elaboração do clipe de “My Universe”, Rahul tratou diretamente com a equipe do Coldplay e manteve o brasileiro informado sobre as decisões da banda.

— Trabalhamos juntos no pôster e trocamos muitas ideias ao longo do processo, incluindo escolha e mudança de fotos. Mesmo falando só com o Rahul, eu sabia o feedback dos integrantes, inclusive recebi o feedback de que Chris Martin amou o resultado.

 Ainda sobre o processo de criação, o goiano revela que procurar referências é sempre o primeiro passo em seus trabalhos.

— Para o pôster de “My Universe”, queríamos algo bem cinematográfico, com uma pegada de guerra espacial. Me inspirei muito em Star Wars e Guardiões da Galáxia — afirma o designer, que compartilhou com a equipe do Viva Coldplay alguns dos pôsteres que o inspiraram.

Marvel Studios/Divulgação
New Regency Productions/Divulgação

Foster conta que teve acesso a uma versão do clipe de “My Universe”, antes do corte final, e conseguiu identificar alguns elementos que poderiam enriquecer o pôster.

— Não entrei a fundo em cada planeta, mas, durante a criação, vi que Coldplay possuía um planeta chamado Floris e BTS o planeta Calypso.

No vídeo, Coldplay canta direto do planeta Floris, enquanto BTS está no planeta Calypso e a banda Supernova 7 no planeta Supersolis. Os três integram o “The Spheres”, sistema solar fictício que foi criado especialmente para dar vida ao universo do álbum “Music Of The Spheres”. Ainda compõem o sistema os planetas: Epiphane, Neon Moon I, Kaotica, Echo, Kubik, Ultra, Neon Moon II, Infinity Station, Coloratura e Aurora.

Fã de música pop e antenado aos lançamentos, Foster celebra o fato de que a colaboração entre Coldplay e BTS reforça um momento em que a indústria absorve mais diversidade de idiomas e culturas dentro do cenário mainstream.  

— Anos atrás não tínhamos tantos artistas coreanos, espanhóis e brasileiros fazendo sucesso mundial como hoje. Isso deixa claro que a música vai além do Estados Unidos e que vários países conseguem ser ouvidos e se unir para fazer música boa.

Felipe Foster, da Fosterlands Foto: Instagram Fosterlands/Divulgação

Depois de passar um ano em São Paulo em busca de oportunidades profissionais e crescimento na carreira, o designer voltou para a casa da família logo no início da pandemia. Foi de lá que ele assinou seus maiores contratos até aqui.

— É surreal imaginar que eu, no interior de Goiás, consegui fazer parte de um projeto tão gigante como o de My Universe. Além de me sentir ainda mais motivado no meu trabalho, sinto gratidão pela oportunidade. Quero mostrar que a internet pode nos levar longe.

Vitor Babilônia

Vitor Babilônia é Editor-Chefe do Viva Coldplay e Roteirista da Rede Globo. Sua formação passa por instituições como Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Vancouver Film School. Ele é fã da banda desde 2004.

error: Content is protected !!