Coldplay registra “Music of the Spheres” como marca e a imprensa especula que esse é o título do 9º álbum de estúdio da banda

O nome registrado já tinha aparecido no encarte do álbum "Everyday Life" e em outras supostas pistas repercutidas pela banda e pelos fãs.

07 fevereiro, 2021

Os membros do Coldplay receberam a aprovação formal e legal para registrar “Music of the Spheres” como uma marca comercial no Reino Unido. O registro está disponível para quem quiser ver no banco de dados do escritório de propriedade intelectual do governo.

Após a confirmação, o The Sun escreveu uma matéria especulando a ligação do registro com um próximo lançamento da banda. “O Coldplay parece estar se preparando para lançar o seu 9º álbum de estúdio”, afirma a matéria. Outros veículos britânicos, como NME, The Mirror, Independent e Daily Mail, também repercutiram o rumor e pontuaram que a expectativa é que o novo disco da banda seja lançado ainda 2021.

Segundo o The Sun, a banda está trabalhando no novo projeto há meses e, apesar de só agora as coisas ganharem tons mais concretos, já faz tempo que os integrantes do Coldplay estão dando dicas do lançamento. “Durante a quarentena, eles estiveram ocupados trabalhando em novas músicas e tudo isso vai resultar em um novo álbum, que tem o título provisório de ‘Music of the Spheres’”, revelou uma fonte que conversou com o tabloide, completando que o registro da marca também inclui possibilidade de merchandise e tudo que a banda precisaria para promover uma tour.

Deixando as especulações da imprensa de lado, o fato é que o nome “Music of the Spheres” não é novidade para quem acompanha a banda. Em novembro de 2019, o álbum “Everyday Life” chegou às prateleiras das lojas e os fãs logo perceberam que uma das páginas internas do encarte destacava uma imagem enigmática. Em preto e branco, a foto mostrava um outdoor com o título “Music of the Spheres” e, no canto inferior esquerdo, o texto “Coldplay coming soon” (“Coldplay em breve”). Na extrema esquerda, era possível visualizar um carro com a placa “FFTF2024”.  

Scan do encarte do álbum “Everyday Life”, lançado em novembro de 2019.

Em novembro de 2019, em um conteúdo da Apple Music em que a banda comentou faixa por faixa do álbum “Everyday Life”, Chris Martin revelou que “Orphans” inicialmente foi pensada para outro álbum, algo que ele já tinha comentado em uma entrevista no mês de outubro “Nós estávamos pensando em deixar ‘Orphans’ guardada para a próxima coisa que faremos”, disse ele na época.

No mesmo mês, os fãs fizeram uma ligação da música “Cry Cry Cry”, presente no álbum “Everyday Life”, com o título “Music of the Spheres”. Nos primeiros versos da faixa, Chris canta sobre um livro chamado “The Luminous Things”. O fato é que no livro tem um poema com o título “Music of the Spheres”. Ainda sobre “Cry Cry Cry”, Martin comentou, pouco depois, que nós ainda ouviríamos mais daquela voz feminina que divide os vocais com ele na faixa (e que ele chama de Angelina). Também foi em novembro que o CEO da Parlophone, gravadora do Coldplay, afirmou que o sucessor do “Everyday Life” não estava muito longe.

Já em dezembro do ano passado, Chris participou de um programa da rádio belga QMusic e, naquele cenário sem pandemia, o vocalista do Coldplay disse que a banda voltaria aos palcos “em mais ou menos 18 meses”. No mesmo mês, ele conversou com a rádio Virgin Tonic e afirmou que a imagem presente no encarte do “Everyday Life”, com o título “Music of the Spheres”, significa alguma coisa. “Mas eu não sei se alguém já percebeu isso”, refletiu ele.

Em fevereiro de 2020, a banda lançou o clipe de “Champion of the World” e apareceu, em um dos takes finais do vídeo, cantando dentro de esferas no espaço – o que poderia ter uma conexão com “Music of the Spheres”.

Em julho, descobrimos que o Coldplay se reuniu em um estúdio da Suécia no início de 2020. Na época, apenas fotos de Chris Martin foram divulgadas nas ruas de Estocolmo, mas uma foto registrada em julho revelou que a banda inteira esteve em um estúdio que é propriedade de Benny Andersson (membro do ABBA). Tudo indica que lá eles trabalharam com o produtor Max Martin, mesmo nome por trás das canções “Orphans” e Champion of the World”.

Em setembro, um site musical da Austrália reafirmou o interesse da banda em lançar um álbum ainda em 2021, uma declaração diretamente ligada ao que executivos da Parlophone já tinham afirmado em novembro de 2019.

Em outubro, a banda se encontrou presencialmente e realizou uma live para encorajar os eleitores estadunidenses a votar. Na época, os fãs descobriram que o estúdio ficava na Alemanha e isso levantou a hipótese de que a banda havia se reunido naquele espaço para compromisso além da live.

Em novembro de 2020, Guy Berryman conversou com o WWD/yahoo life e disse que a banda não deixou de criar durante a pandemia. A entrevista tratava do lançamento da marca de roupas e acessórios do baixista e, enquanto falava sobre o envolvimento de Guy com a marca, a matéria destacou que ele estava fazendo isso “enquanto trabalhava no nono disco de estúdio do Coldplay”.

Já no dia 16 de dezembro, Guy publicou uma imagem no Instagram que fez todo mundo acreditar que ele estava em um estúdio.

Continuando a linha do tempo, chegamos ao tema deste post e ao ano de 2021. Em fevereiro, a banda registrou “Music Of The Spheres” como marca – o que permite que eles usem esse título comercialmente (vendendo conteúdo de música, vídeo, roupas, turnê etc.).

Apesar da matéria veiculada no The Sun e de supostas dicas deixadas pela banda, não há confirmação sobre um novo disco. O possível 9º álbum de estúdio do Coldplay vai suceder o “Everyday Life”, disco que chegou ao 1º lugar no Reino Unido e que foi indicado ao Grammy.

Vitor Babilônia

Vitor Babilônia é Editor-Chefe do Viva Coldplay e Roteirista da Rede Globo. Sua formação passa por instituições como Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Vancouver Film School. Ele é fã da banda desde 2004.