8 anos de X&Y

06 junho, 2013

X & Y é o terceiro álbum de estúdio do Coldplay e que faz 8 anos hoje.  O álbum estreou no topo no Reino Unido, vendendo cerca de 464.471 unidades em sua primeira semana, um sucesso que colocou X & Y em segundo nas vendas globais na primeira semana. O álbum se tornou o primeiro nos EUA, vendendo 737 mil unidades também em sua primeira semana de lançamento. X & Y foi o álbum mais vendido no mundo em 2005, de acordo com a IFPI, que passou de 8,3 milhões de unidades durante o ano.  Clique em leia mais para ler a matéria completa.


De acordo com Chris Martin, o título X & Y baseia-se nos altos e baixos de sua vida cotidiana. Martin diz: “Meu dia inteiro é uma mistura de otimismo e pessimismo nas suas formas mais extremas. E é isso que X & Y é para mim. São os dois lados. Gosto do fato de que são letras muito fortes, muito claras.” Ele também afirmou que ele escolheu o nome de X & Y, porque em matemática X e Y representam o desconhecido, e que a maioria das faixas do álbum são sobre o desconhecido e perguntas sem respostas da vida. Antes do lançamento, a Zero Theory foi um dos títulos que acompanharam os rumores do terceiro álbum.

X & Y é influenciado pela música eletrônica europeia, de pioneiros como o Kraftwerk, bem como  nomes dos anos 70 como David Bowie e Brian Eno.  Coldplay recebeu permissão do Kraftwerk para usaro  riff principal de “Computer Love” para a faixa “Talk”, enquanto Eno tocou sintetizador de apoio na música “Low”.

A enigmática arte da capa do álbum foi desenhada por Tappin Gofton (aka Mark Tappin e Simon Gofton), que haviam criado a capa do mais recente lançamento do The Chemical Brothers ,Push the Button. Os blocos são o código de codificação Baudot (ITA2, uma codificação alfanumérica de 5 bits utilizado por telégrafos) do título do álbum  X & Y (embora, devido a um erro no processo de codificação, a tampa do código realmente se traduz por “X96”) , as cores são apenas para a estética e não tem nenhum significado específico (apesar de Chris Martin ter usado uma fita colorida em suas mãos durantes a turnê, como uma referência ao álbum). O encarte do CD contém o alfabeto ITA2 codificado, apresentando o motivo da cor X & Y. A última página do livreto contém o slogan “Make Trade Fair“, usando o mesmo alfabeto codificado. Você pode gerar seu próprio código clicando aqui.

Speed of Sound  foi o primeiro single do álbum X & Y em 2005. Ele fez sua estréia na rádio BBC Radio 1 com Steve Lamacq em uma noite de segunda-feira, 18 de abril. Começando com um piano que lembra “Clocks”. A canção foi criada quando a banda tentou trabalhar com uma versão cover da canção de Kate Bush, “Running Up That Hill“, o riff principal da velocidade do som se assemelha ao de música de Bush. Speed of Sound foi vergonhosamente derrotado para o primeiro lugar no UK Singles Chart pela novidade de “Axel F” do Crazy Frog. No entanto, ele se tornou o primeiro nas posições de download no Reino Unido. Ele também se tornou o primeiro e maior single do Coldplay a traçar o top 10 da Billboard Hot 100, alcançando a posição # 8, tornando-se indiscutivelmente o single mais bem sucedido do Coldplay.

“Fix You” é a quarta faixa do X & Y, lançado como o segundo single. Ao escrever a canção, Chris Martin foi influenciado pelo Muse no uso de órgãos de igreja na faixa “Megalomania” do álbum Origin of Symmetry. Incapaz de ter acesso a um, Martin, ao invés disso,  usou um velho teclado que o falecido pai de sua esposa Gwyneth Paltrow, deixou para ela. Algumas fontes afirmam que Chris Martin escreveu a canção para sua esposa Gwyneth Paltrow depois que ela sofreu de depressão devido à morte de seu pai, Bruce Paltrow.

“Talk” é a quinta faixa de X & Y. A canção foi lançada como o terceiro single do álbum em dezembro de 2005 e foi um sucesso considerável em todo o mundo.A banda gravou três versões diferentes de “Talk”, aquela encontrada em X & Y,foi baseado em um corte no início da canção. Uma nova versão da faixa (com um conjunto diferente de letras) vazou na internet em março de 2005. “Talk” foi originalmente concebida para ser um b-side do single Speed of Sound antes de se tornar a última adição a lista de músicas de X & Y.

Assim como no single anterior, “Talk” foi uma homenagem ao Kraftwerk, enquanto The Hardest Part” foi concebido pelo Coldplay, como um aceno estilístico para o R.E.M. Na verdade, de acordo com a banda, eles viram “The Hardest Part” muito parecido com o hit do R.E.M “Losing My Religion” tanto que quase foi removida do álbum. “The Hardest Part” é o quarto single do álbum, a canção foi lançada no Reino Unido nas rádio e sites de download em 3 de abril de 2006 e foi lançado internacionalmente em CD na Europa, Japão, Canadá e Austrália, em maio e junho de 2006.

créditos: wikicoldplay.com

Qual a sua música favorita do X&Y? Deixe sua opinião nos comentários!

error: Content is protected !!