Coldplay no Ellen DeGeneres Show (27/out)

02 novembro, 2011

Devido ao lançamento de Mylo Xyloto, o Coldplay tem participado de diversos programas de tevê. Um deles foi o Ellen DeGeneres Show, que foi ao ar dia 27 de outubro. Confira abaixo a apresentação de Viva La Vida, Paradise, Clocks, Every Teardrop is a Waterfall e o ensaio de ETIAW. A postagem inclui ainda a tradução de uma entrevista com Jonny e Chris.

Ellen DeGeneres: Olha só quem vai estar no próximo programa: Justin e Coldplay. Fala sério: eu estou sonhando?
Justin Timberlake: Só há uma maneira de descobrir.
ED: Me belisca!… Eu quis dizer no braço!
JT: Chris!
ED: Quem fez isso?
Chris Martin: Desculpe. Faz um tempo já.
JT: Não fui eu. Minhas mãos estão no bolso.
ED:  E mais isso agora!

ED: Em primeiro lugar: olá. Em segundo: a gente devia dar dois beijinhos? Porque eu dei um só e vi que você ia dar outro, mas eu deixei você no vácuo.
CM: Eu sei. É sempre uma confusão. Sinto muito. Eu estou me sentindo meio deslocado.
ED: OK, vamos de novo.

ED: Qual é a do elefante? Não consigo ignorar isso.
CM: O seu nome é Ellen, que é ‘nelle’ ao contrário. A gente acabou de gravar um clipe com essa… Coisa. Gostaríamos de oferecer isso para você, se você quiser vestir.
ED: Isso está no clipe de vocês? Eu não quero  vestir isso agora porque ia ser meio ridículo vestir isso e conversar com vocês ao mesmo tempo. Dá para continuar enxergando?
CM: Deixa eu te mostrar [Chris veste a cabeça de elefante]. Acabamos de gravar o clipe e pensamos que seria legal te dar isso.
ED: Muito obrigada. É a primeira vez que alguém me dá uma cabeça de elefante de presente.
CM: Pois é, é isso que os ingleses fazem.
ED: É fantástico e adorável e eu vou guardar comigo para sempre.

CM: Como vai?
ED: Tudo ótimo e vocês?
CM: Estamos contentes por estarmos aqui.
ED: E eu estou contente por vocês estarem aqui. Durante o ensaio, você me falou que não fala muito sobre… Que você não fala!
Jonny Buckland: É, geralmente, eu nem falo.
ED: Por quê?
JB: Eu só faço solos de guitarra.
ED: E você está fazendo um ótimo trabalho. Antes de mais nada, eu gostaria de agradecer a vocês por estarem aqui porque eu sei que vocês não participam muito de programas de tevê.
CM: Isso não é verdade. É a tevê que não gosta da gente participando de muitos programas.
JB: O rádio gosta mais da gente.
CM: O rádio ama a gente.
ED: Bom, esse programa aqui ama vocês.

ED: Bom, foram vocês que começaram a banda. Vocês já se conheciam antes? Como foi?
CM: Bom, nós começamos como uma versão ruim de Simon & Garfunkel. Durou umas duas semanas.
ED: Vocês acharam que só seriam vocês dois?
CM: A gente achou que podia fazer esse negócio de folk, mas nos avisaram que não dava, então tivemos de acrescentar mais dois integrantes bonitos. Eles não falam muito na tevê, mas estão nos bastidores, ansiosos para tocarem os instrumentos deles.
ED: Vocês são todos tímidos e reservados. Sem problemas. Mas não aqui. Você não fala muito da Gwyneth.
CM: Não.
ED: Mas vocês têm um ótimo relacionamento e dois filhos preciosos. E nós amamos a Gwyneth porque ela já esteve aqui várias vezes.
CM: Ela tem sido muito útil para esconder a minha homossexualidade [beard é uma gíria que expressa isso].
ED: Sério? Não é um relacionamento sério? Você só finge que ela é a sua esposa?
CM: É, é difícil de acreditar.
ED: Eu sei que esse é o seu único relacionamento sério porque eu ouvi isso recentemente. Antes da Gwyneth, você realmente não teve nenhum relacionamento sério? Qual foi o seu relacionamento mais longo antes da Gwyneth?
CM: Acho que muitas pessoas, como eu e o Jonny, entramos em bandas porque não estamos nos dando muito bem.
ED: Com as mulheres?
CM: Mulheres, homens. Com ninguém.
JB: Acho que o relacionamento mais longo que já tivemos foi um com o outro.
ED: E está durando quanto tempo?
JB: Catorze anos?
CM: Jonny, eu não consigo acreditar que você esqueceu o nosso aniversário. Na verdade, vai fazer quinze anos essa semana.
JB: Ah, me desculpa!
CM: A gente se conheceu num bar para solteiros. Dissemos um para o outro: ‘A gente não está se dando muito bem aqui. Vamos compor umas músicas’.
ED: E você sabia que ele era músico?
CM: Não, porque, por muito tempo, ele ficou sob o efeito de… Coisas e não conseguia nem falar. A gente estava na faculdade. E ele meio que ficava nos cantos, só sorrindo para as pessoas.
ED: Isso soa meio bizarro.
CM: Um dia, ele estava tocando guitarra. E eu fiquei: ‘Mas que é esse cara?’.
JB: ‘Quem é esse cara meio bizarro?’
ED: ‘Quem é esse cara meio bizarro que fica sorrindo para as pessoas?’
CM: E eu sempre quis achar alguém para compor músicas junto. Foi meio que amor à primeira vista, de um ponto de vista musical.

ED: Depois, o Will e o Guy se juntaram a vocês.
CM: E tem o Phil, que é o nosso membro secreto. A gente nunca altera essa química.
ED: Por que ele é um membro ‘secreto’?
CM: Porque ninguém nunca vê ele.
ED: Ele fica no palco com vocês?
CM: Não.
ED: Ele está no palco nesse exato momento, Chris?
CM: Ele está aqui e está me mandando calar a boca. Ele é quem nos fala quais programas de tevê participar e que roupas vestir.
ED: Estamos contentes por ele ter dito para vocês vestirem essas roupas e para estarem aqui hoje.

ED: Me digam o que ‘Mylo Xyloto’ significa exatamente.
CM: O Jonny pode responder essa.
JB: Eu posso? Na verdade, não. Não significa nada.
CM: O que ‘Ellen’ significa?
ED: Eu não sei.
CM: Exatamente.
ED: É somente uma palavra.
CM: É só uma palavra adorável.
ED: Então, vocês só inventaram uma palavra porque gostaram da sonoridade dela?
CM: A gente simplesmente gosta da idéia de pessoas terem música entre os dedos das mãos e dos pés [o inglês tem duas palavras para ‘dedo’, ‘finger’ – dedos das mãos – e ‘toes’ – dedos dos pés]. É daí que ‘Xyloto’ veio.
ED: Não! Acho que você está inventando.
CM: De certo modo, eu estou porque estou na tevê –
ED: Bom, essa é uma resposta boa o suficiente para mim.

ED: Vocês estavam ensaiando e eu notei que você se assusta muito fácil. Podemos mostrar isso para as pessoas? O que eu realmente estava tentando fazer era só dizer ‘oi’.
CM: Você pode fazer o que quiser. O show é seu.
ED: Ele estava ensaiando no palco e eu só queria dar um oi.

[Nesse momento, é mostrado o ensaio mencionado. Não se sabe o que o Coldplay está tocando.]

ED: Eu não consigo nem encontrar palavras para dizer o quanto eu amo a banda e o fato de vocês estarem aqui.

error: Content is protected !!