Lançamento em outubro, mixagem final e nova música são os novos detalhes do quinto álbum.

01 agosto, 2011

A banda esteve na Austrália para o festival Splendour In The Grass esse ano e soltaram algumas informações sobre o novo álbum. Primeiro Guy Berryman confirma que o álbum está preparado para um lançamento em outubro. A banda segue para Los Angeles essa semana para realizar a mixagem final do quinto álbum. Em tempo, Chris Martin revela que escreveu uma nova música. Clique no leia-mais para a noticia completa.

 

“Nós sempre sentimos como se fossemos a pior banda do mundo e é isso que nos faz continuar”, admitiu Berryman durante uma entrevista para o site abc.net.

“Nós estávamos em um estúdio no Japão no outro dia tentando terminar tudo, sempre com o receio de que alguém venha e arranque das nossas mãos. A idéia é que saia no final de Outubro, o que parece ser muito bom. Estamos realizando sutilezas no caminho.  Nós vamos estar fazendo algumas mixagens em Los Angeles, iremos para lá amanhã apenas para dar os retoques finais nele. A maior parte está lá,  tem sido um processo muito longo em que estamos trabalhando há cerca de 2 anos, mas eu acho que o som é ótimo. Está bem diferente, mas ainda são fundamentadas e muito melódicas.  As pessoas vão ouvir uma grande mudança no som.

[Atualizado 1] Na mesma entrevista, ele comentou que  Major Minus  poderá entrar no álbum e que não tinha certeza se Moving to Mars entraria. Não fez nenhum comentário sobre Every Teardrop Is A Waterfall.

Apesar da declaração do baixista sobre o possível lançamento em outubro, esperamos por um anúncio oficial pelo site da banda.

 

Enquanto isso, Chris Martin revelou para o site Perthnow.com, que escreveu uma nova música chamada “Up In Flames” na semana passada e que está sendo gravada às pressas para fazer parte do tracklisting. “Você sabe quando termina” revelou Chris. “Nós não precisamos escrever mais canções agora. Estávamos nos sentindo como se estivesse faltando mais uma e era isso. É basicamente parecida com uma gravação esquizofrênica. Estamos ainda juntando tudo. Tem coisas mais barulhentas e coisas mais tranquilas, veremos se elas podem viver juntas em harmonia.

“É um batismo de fogo no melhor sentido”, disse Martin no decorrer do circuito de festivais este ano.  “As pessoas estão obviamente do seu lado porque elas estão vindo para assisti-lo. Então você sabe se elas não respondem às novas músicas que estão provavelmente uma porcaria ou  se todo mundo começa a bocejar.”

“É divertido fazer estes festivais. É uma boa maneira de reintroduzir-se ao público e reintroduzindo-se à idéia de voltar com algo novo. É uma pressão diferente para tentar vender ou lotar um estádio por conta própria. Você se sente numa rede de segurança com seus companheiros em torno de você. Mesmo que sejamos uma merda para as pessoas em Splendour elas ainda podem ir ver Pulp ” [Pulp é uma banda de indie rock inglesa que também tocou no festival].

Com seu humor habitual, Chris Martin brincou  sobre os rumores persistentes de um álbum solo.  “Estou produzindo jazz junto com Bono, Beyonce e os Kaiser Chiefs.  Nós estamos fazendo todas as músicas do Living End. Canções folk principalmente australianas e austríacas. Mas é o meu disco solo, essas outras pessoas são apenas os jogadores. Estou esperando George Bush para fazer a introdução falada também. Eu posso finalmente deixar esses bando de idiotas. Estive carregando eles por muito tempo. ”

obs 1: O Coldplay será um dos convidados no programa de Jimmy Kimmel no dia 03 de agosto nos EUA, quarta-feira na ABC, horário local (11pm). Geralmente os episódios ficam disponíveis online, aguardaremos novas informações até lá.

obs 2: O Coldplay realizou uma homenagem a Amy Winehouse durante a introdução de Fix You no festival Splendour in the Grass. Confira o video logo abaixo:

Confira também a apresentação da música Viva la Vida no festival:

@diegolsc

error: Content is protected !!