Coldplay no Brasil [#1] – Passagens

08 janeiro, 2016

Foi tanto o querer que o pedido dos fãs brasileiros foi atendido! No entanto, ainda faltam três meses para o Coldplay fazer pouso no Brasil. Ainda que este período seja curto em comparação aos três anos de espera por uma nova (e verdadeira) confirmação de turnê, ele pode se tornar gigantesco diante da ansiedade de um fã. Neste sentido, o Viva Coldplay inaugura uma coluna que vai fazer você segurar as pontas até abril: a “Coldplay no Brasil” será uma compilação de lembranças das passagens anteriores da banda por solo brasileiro, além de trazer uma série de dicas que visam te encaminhar nos preparativos para os shows. Confira trechos de passagens anteriores da banda pelos lados de cá:


Comprei meu ingresso, mas e agora?

Todos nós queríamos que os shows fossem hoje, não é mesmo? Mas algumas questões prévias são de suma importância. Hoje vamos falar sobre uma delas: passagens. Para quem não mora no Rio de Janeiro ou São Paulo, aventurar-se por outra cidade pode resultar em um dispêndio de dinheiro indesejado que merece ser planejado com antecedência e cuidado. Dessa forma, os três meses se tornam um importante aliado para que sejam feitas pesquisas necessárias pelo melhor custo-benefício.

Para quem não se importa em recostar-se em um banco por mais de uma hora, o bom e fiel ônibus pode ser uma ótima opção, principalmente para os residentes no interior dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Com preços geralmente mais em conta que um trajeto aéreo, empresas de ônibus oferecem alta demanda de passagens entre capitais, garantindo boa flexibilização de horários. Em adendo, as rodoviárias municipais são geralmente centrais e garantem boa oferta de transporte nas adjacências, facilitando o deslocamento do transeunte. Já quem opta pelo avião precisa se preocupar com os trajetos para e de aeroportos; usualmente estes equipamentos encontram-se em áreas mais afastadas.

O desconforto de um ônibus entra para quem não mora na região sudeste do país, onde a proximidade geográfica permite que as viagens não ultrapassem um dia inteiriço de trajeto. Para viagens de ônibus, ainda, é preciso ter um tempo livre considerável muitas vezes inexistente na prática de quem trabalha e/ou estuda. Neste caso, o avião talvez seja mesmo a melhor escolha.

Nada mal estar a bordo de um avião desses, hein?!

Nada mal estar a bordo de um avião desses, hein?!

É essencial atentar-se a sites de busca rápida – como o decolar e o submarino – para se obter o melhor preço na compra das passagens. Em poucos cliques, tais guias online oferecem todas as passagens viáveis para os trechos informados, trazendo preços e horários de todas as companhias aéreas que operam o trecho pesquisado. No momento de finalizar a compra, no entanto, tais plataformas cobram uma taxa extra, que varia de acordo com o valor da passagem. Dessa forma, é interessante fazer uso dos sites indicados apenas para pesquisar, mas comprar a passagem diretamente pelo site da companhia escolhida. Comprar passagens pelos sites de busca vale a pena apenas quando o consumidor quer pagar o valor em mais prestações: há casos que passagens podem ser parceladas em até 12 vezes sem juros nos sites de busca e até cinco vezes sem juros nos sites convencionais das empresas aéreas. Se o seu objetivo é parcelar o valor em um maior número de vezes possível, vale simular a compra em ambas plataformas antes de finalizar o pagamento.

Para quem está de olho em passagens aéreas mais baratas, é também interessante acompanhar o site e a página de facebook do melhoresdestinos, que diariamente reúne uma série de promoções de companhias aéreas diversas. Com sorte, o seu trajeto desejado pode estar contemplado em alguma das ofertas relâmpago lançadas pelas linhas brasileiras em operação.

Há quem diga que procurar por passagens aéreas às terças e quartas-feiras é a melhor opção. A justificativa estaria no fato de que as companhias aéreas lançam ofertas com maior frequência nestes dias específicos. Também existe a crença de que preços promocionais são mais facilmente encontrados durante a madrugada. Logo, se você possui disponibilidade para pesquisar em horários distintos, não custa tentar se aventurar em um site de busca mais de uma vez por dia.

Para quem já tem o costume de viajar em avião e acumular pontos, programas de milhagem podem ser uma boa saída. Da mesma forma que existem promoções para passagens aéreas, as companhias também lançam ofertas sob forma de milhas. Algumas empresas disponibilizam ainda a opção de conjugar o uso de milhas com o valor da passagem: paga-se uma parte do valor total do trajeto e a outra é abatida sobre a forma de pontos. Diferentes linhas aéreas possuem programas distintos; é preciso atentar-se às regras promocionais de cada uma.

A compra de passagens requer paciência para que todas pesquisas necessárias sejam feitas e talvez um pouco de sorte para que se encontre ofertas de interesse. No entanto, algo é certo: para quem está com ingresso em mãos, vale até sebo nas canelas!

error: Content is protected !!