IMAGEM DE TOPO MAIOR TESTE 2-50

Guy Berryman surpreendeu e se tornou o primeiro (e até agora único) membro do Coldplay a criar uma conta  pessoal no Instagram! O baixista começou a interagir com os fãs através de uma dinâmica que ele defendeu como “audição em grupo” e intitulou de “Synchro Sunday”. Foi um processo com duração de 12 domingos seguidos em que Guy indicava álbuns de sua coleção para escutar simultaneamente com seus seguidores. Além disso, ao longo do ano o baixista falou bastante sobre a sua paixão por automóveis e em especial sobre a “The Road Rat Magazine” — revista que ele fundou e que hoje atua como diretor criativo. Já em novembro, Guy finalmente fez a alegria dos fãs de Coldplay ao começar a compartilhar conteúdo a respeito da banda através de registros dos bastidores do processo criativo do novo álbum, e ainda imagens exclusivas dos poucos shows de divulgação do disco “Everyday Life”.  

Em março, Kacey Musgraves, que um mês antes havia vencido o Grammy de álbum do ano, convidou Chris Martin para dividir o palco com ela na premiação “I Heart Radio Music Awards”.  No evento, os dois apresentaram “Rainbow” — faixa que integra o álbum premiado da cantora. Assista ao vídeo clicando aqui.

O projeto “Melodic Caring” fechou um acordo com o Coldplay para exibir o documentário “A Head Full Of Dreams” (lançado no fim de 2018) em hospitais ao redor do mundo. A banda concedeu os direitos autorais gratuitamente e Chris Martin ainda deixou uma mensagem para uma grande fã do Coldplay que foi diagnosticada com paralisia cerebral.

Chris Martin usou as redes  do Coldplay para compartilhar sua playlist e sugerir novos sons para os fãs. Para a alegria dos brasileiros, o vocalista mostrou que está ligado em artistas do país e indicou a música: “Todo Homem”. A faixa é interpretada por Caetano Veloso e seus filhos Zeca, Moreno e Tom. Composta por Zeca Veloso, até hoje a canção é a única de nacionalidade brasileira indicada por Chris em suas já celebradas listas.

No início de junho, o álbum póstumo de Avicii foi lançado em tom de homenagem. Intitulado “TIM” (referência ao nome Tim Bergling, registro de batismo do DJ), o disco chegou às plataformas pouco mais de um ano após o triste episódio do falecimento de Avicii. “Heaven”, a segunda faixa do álbum, conta com a colaboração de Chris Martin. Além da voz, Chris divide a autoria da música com Tim. Os dois escreveram a faixa em 2014, mesmo ano em que Avicii assinou a produção de “A Sky Full Of Stars” — um dos grandes hits contemporâneos do Coldplay. No fim de junho, a faixa ganhou um clipe acompanhado de um vídeo que conta a história por trás de “Heaven”.  Assista aos vídeos clicando aqui.

Chris Martin surpreendeu e fez duas participações especiais na edição de 2019 do renomado festival britânico “Glastonbury”. No dia 28, o vocalista do Coldplay subiu ao Pyramid Stage a convite do rapper Stormzy e os dois dividiram os vocais da canção “Blinded By Your Grace Pt.1”. No dia seguinte, Chris voltou ao festival para participar do show pop de Kylie Minogue. Ele tocou violão e cantou alguns versos de “Can’t Get You Out of My Head”, sucesso da cantora. Em 2005, o Coldplay fez um cover dessa música no mesmo festival. Clique aqui para assistir aos vídeos.

Em coletiva de imprensa realizada em Nova York, Chris Martin, que é curador do festival Global Citizen, anunciou que o Coldplay será uma das atrações da edição global do festival beneficente que ocorrerá em setembro de 2020. O evento “Global Goal Live: The Possible Dream” terá 10 horas de duração e acontecerá simultaneamente em cinco continentes. Por enquanto, estão na lista as cidades de Nova York (EUA) e Lagos (Nigéria), mas já se sabe que as outras cidades a serem anunciadas estarão na América Latina, na Europa e na Ásia. Até o momento, este é o único show do Coldplay confirmado para 2020.

No dia 14 de outubro, a nova era do Coldplay começou a se desenhar e foi em solo brasileiro que o start aconteceu. Um fã flagrou um grande painel que estava no metrô de São Paulo e que mostrava uma foto em preto e branco da banda com a frase: “November 22, 1919”. A imagem foi retirada da estação no dia seguinte, mas já havia se espalhado ao redor do mundo através das redes sociais. O texto destacando o mês de novembro deixou os fãs eufóricos, pois coincidia com rumores que afirmavam que a banda lançaria um álbum novo no mês 11. No mesmo dia do flagra, o Coldplay aumentou o nível de expectativas ao adicionar um efeito Preto e Branco em vídeos no Spotify e no Youtube, além dos símbolos de lua e sol na miniatura e nas descrições desses vídeos. Toda a proposta em preto e branco, somada ao dia 22 de novembro e aos ícones de sol e lua, coincidia com teorias que apontavam uma conexão com um eclipse solar anular que ocorreu exatamente no dia 22 de novembro de 1919. Relembre o surgimento das pistas clicando aqui.

Três dias após o Brasil ter vazado o prenúncio de uma nova era do Coldplay, o pôster “22 de novembro de 1919” retornou ao metrô de São Paulo e apareceu simultaneamente nas ruas de várias cidades do mundo! Registros feitos no Rio de Janeiro, Amsterdam, Buenos Aires, Madrid, Lima, Londres e diversos outros locais circularam em fan pages. Com o surgimento dos pôsteres mais detalhes foram descobertos. Por exemplo, um pôster encontrado no Peru apresentava o texto “Amor e Paz” em árabe. Também no dia 17, a banda mudou a foto de perfil de todas as redes para uma imagem contendo uma lua e um sol. A atualização combinava com as alterações anteriores no Youtube e no Spotify. Vale clicar aqui para relembrar cronologicamente o surgimento de pistas, além de toda a divulgação que a banda fez envolvendo pouco a pouco os fãs.   

Na madrugada de uma sexta para um sábado, a banda surpreendeu e publicou um teaser que apresentava a mesma imagem divulgada através dos pôsteres e um áudio instrumental de 15 segundos.

Uma fã do Reino Unido provocou uma mistura de sentimentos nos fãs de Coldplay ao compartilhar uma carta que havia recebido da banda. No Twitter, ela mostrou o papel que chamou a atenção por apresentar os mesmos ícones de lua e sol e ainda uma fonte no estilo de datilografia. A carta confirmava um lançamento para novembro e ia além ao apresentar o nome do novo álbum (“Everyday Life”), e ainda anunciar que seria um disco duplo. Muitas pessoas questionaram a veracidade do papel, mas poucas horas depois outros fãs receberam a mesma carta e mudaram o cenário. Após questionamentos incansáveis, a informação ganhou confiabilidade quando a notável Billboard confirmou o lançamento e chamou a estratégia de divulgação da nova era de “à moda antiga”.

Coincidindo com informações presentes em cartas enviadas a fãs e posteriormente confirmadas pela Billboard, o Coldplay oficializou neste dia o lançamento do álbum intitulado “Everyday Life”! A banda confirmou a novidade para o dia 22 de novembro e contou que o álbum chegaria ao mundo com uma divisão em duas partes: “Sunrise” (nascer do sol) e “Sunset” (pôr do sol). O anúncio ainda trazia uma contagem regressiva que terminaria no dia 24 de outubro e que parecia indicar o dia de lançamento do primeiro single do novo disco.

Continuando as ações de divulgação que a Billboard classificou como “à moda antiga”, Coldplay escolheu um jornal do Reino Unido para revelar a tracklist do aguardado álbum “Everyday life”. O pequeno jornal local foi o primeiro a revelar as faixas tanto do lado “Sunrise” quanto do “Sunset”. Pouco depois, o mesmo anúncio foi encontrado em jornais da Nova Zelândia, do Brasil e de vários outros países. A explicação para a escolha de divulgar a lista de faixas nos classificados está no histórico de vida do guitarrista Jonny Buckland. No Twitter da banda, ele contou que já teve um trabalho de verão na seção de classificados do Daily Post — mesmo jornal que a banda escolheu iniciar a revelação da lista de faixas.

Depois de colocar uma contagem regressiva no site oficial e gerar expectativa para o lançamento de um possível single, a banda foi além e lançou duas novas músicas: “Arabesque” e “Orphans”. A primeira com uma melodia crescente e impactante, resultando em uma faixa que a banda arriscou e acertou. A segunda com cara de single: com coro contagiante e ainda com letra cheia de significados. A essa altura os fãs já sabiam a tracklist do álbum “Everyday Life” e já não era surpresa que “Arabesque” ocuparia a sétima posição na lista de faixas do lado Sunrise, enquanto “Orphans” seria a segunda faixa do lado Sunset. Na verdade, a surpresa ficou por conta da ficha técnica das duas músicas. “Orphans” trouxe o nome de Apple e Moses, filhos de Chris Martin, entre os backing vocals. Além disso, Moses foi creditado como compositor canção (ao lado de Guy, Jonny, Will, e do pai Chris). Já “Arabesque” surpreendeu por contar com uma participação do belga Stromae cantando em francês.

Um dia após lançar as faixas “Orphans” e “Arabesque”, Coldplay resolveu escolher “Orphans” para marcar o primeiro vídeo da nova era. O clipe tem quatro minutos de duração e começa transportando os fãs para um universo mais intimista em que Chris Martin carrega apenas um violão pelas ruas de Nova York e canta os versos da faixa. Na sequência, a banda leva os fãs do estúdio a um jardim para prepará-los para momentos com explosão de cores. Os takes seguintes alternam imagens filmadas na praia de El Matador, em Malibu, e no cômodo de uma casa. Na praia, Coldplay levou os instrumentos para a areia e promoveu um clima de leveza com diversão e dança. Já nas cenas do quarto, todos desafiam a gravidade e se empolgam tocando e cantando. Por trás do coro e dos movimentos vibrantes, o clipe tem cenografia assinada por Misty Bucley e apresenta vários elementos das guerras que assolaram o Oriente Médio. A composição da faixa e os takes filmados no quarto cenográfico também falam de órfãos da guerra, pessoas que perderam suas famílias em ataques e/ou que foram separadas de seus entes queridos. Indivíduos que não morreram em ataques, ao triste som de “boom boom ka, boom de kah”, mas que tiveram suas vidas drasticamente alteradas. Com essa mensagem, o clipe termina ainda mais engajado ao divulgar a organização sem fins lucrativos “hopeland”, a qual atua nesse recorte e que receberá 10% dos lucros gerados pela faixa “Orphans”.

No primeiro dia do mês de lançamento do novo álbum, a banda anunciou que faria dois shows em Amã, capital da Jordânia, para apresentar o disco “Everyday Life”. Naquele dia, os fãs descobriram que o grupo havia firmado parceria com o “Youtube Originals” para transmitir as duas apresentações, que contariam com as 16 novas faixas divididas nos espetáculos “Sunrise” e “Sunset”. Coldplay escolheu contar a novidade através de um vídeo bem-humorado que simulou uma coletiva de imprensa. O registro brincou com a maneira que parte da imprensa trata o trabalho e a vida pessoal dos integrantes do Coldplay, e apresentou um roteiro carregado de ironia. Vale a pena clicar aqui e assistir ao vídeo.

De surpresa, Coldplay lançou a música que dá título ao novo álbum da banda: “Everyday Life”. A canção foi muito bem recebida pelos fãs e seus 4 minutos e 19 segundos entregam uma bela combinação entre sensibilidade e potência. A música também é querida por membros da banda. Por exemplo, em transmissão que precedeu o lançamento do clipe de “Orphans” no Youtube, Will Champion conversou com fãs através do chat e antecipou que a faixa é a sua favorita entre as canções do novo álbum. A música, inclusive, conta com a mulher do baterista, Marianne Champion, entre os backing vocals.

Coldplay escolheu o programa estadunidense “Saturday Night Life” para levar o pôr do sol ao palco e realizar as primeiras apresentações ao vivo de “Orphans” e “Everyday Life”. Na performance de “Orphans”, Chris Martin fez uma alusão ao início do clipe da canção e andou pelo estúdio acompanhado de seu violão até encontrar dançarinos que também lembraram o clipe da faixa e promoveram movimentos em cartazes que destacavam a letra da música. Em seguida, Chris encontrou Guy Berryman e Jonny Buckland no meio da plateia e os três apresentaram parte da canção antes de seguir para o palco e se juntar ao baterista Will Champion. Já no fim do programa, a banda apostou em um tom mais intimista para apresentar a sensível “Everyday Life”. A faixa chegou às plataformas digitais pouco antes da exibição da performance na TV.  Assista aos vídeos clicando aqui.

O canal do Coldplay no Youtube divulgou um vídeo de Chris Martin convidando os fãs a enviarem vídeos para participarem das transmissões ao vivo dos shows na Jordânia. Simpático, o vocalista explicou que os fãs que quisessem participar teriam que cantar o refrão da música e registrar tudo em vídeo.

Antes mesmo do lançamento do álbum “Everyday Life”, a faixa “Orphans” garantiu ao Coldplay um novo recorde na parada da Billboard. Com o lançamento do single, a banda e o duo Twenty One Pilots passaram a ocupar a mesma posição em ranking que, desde 2009, destaca as músicas de Rock mais tocadas nos Estados Unidos. Na tal lista, “Orphans” estreou em 3º lugar e essa colocação garantiu ao Coldplay o 2º lugar em uma lista geral que reúne os artistas que mais vezes apareceram entre as 10 canções mais tocadas no gênero musical rock! Agora tanto Coldplay quanto twenty one pilots têm 13 faixas que conseguiram entrar no top 10 do ranking “Hot Rock Songs”.

Três dias antes do lançamento do novo disco do Coldplay, Mark Mitchell, co-presidente da gravadora Parlophone, disse que a banda não pensa em esperar muito para lançar o sucessor do “Everyday Life”. Mitchell declarou: “Não há nada concreto, mas posso dizer que há um desejo da banda de fazer, rapidamente, outro álbum para suceder “Everyday Life”. 

Faltando apenas dois dias para o lançamento do álbum “Everyday Life”, os fãs de Coldplay receberam dois ótimos motivos para vibrar com a chegada do oitavo disco de estúdio da banda: as faixas “Daddy” e “Champion Of The World” foram lançadas em todas as plataformas digitais! A escolha de disponibilizar as duas músicas na mesma data coincidiu com a estratégia que a banda adotou de divulgar simultaneamente uma faixa de cada parte do álbum (“Daddy” é a 5ª faixa do lado Sunrise, enquanto “Champion Of The World” é a 7ª do lado Sunset). O mesmo foi feito com os lançamentos “Arabesque” e “Orphans”.

O lançamento da faixa “Daddy” já veio acompanhado de um belo clipe que você pode assistir aqui. Dirigido por Åsa Lucander e produzido pelo estúdio Aardman Animations, o vídeo é uma animação emotiva que utiliza fantoches e cenários pintados digitalmente para falar de memórias que uma garota tem de seu pai.

Na Jordânia para realizar os shows de lançamento do novo álbum, Chris Martin concedeu uma entrevista para a BBC. No papo, que repercutiu globalmente, o vocalista afirmou que o Coldplay realizará uma pausa dos grandes shows até que a banda possa rodar o mundo com turnês que sigam boas práticas ambientais. O objetivo é ter uma turnê não só sustentável, mas também ambientalmente benéfica. Na ocasião, Chris citou energia solar como uma das ambições de uma turnê ideal. Clique aqui para assistir a entrevista e conferir trechos traduzidos

O oitavo álbum de estúdio do Coldplay foi oficialmente lançado no dia 22 de novembro. Pouco depois de chegar às plataformas, o disco alcançou o primeiro lugar no iTunes de mais de 50 países, incluindo o Brasil. O ano de 2019 trouxe o primeiro álbum de estúdio da banda desde o “A Head Full Of Dreams”, trabalho lançado em dezembro de 2015. Escute aqui.

Quando o sol nasceu em Amã, capital da Jordânia, Coldplay estava no palco para apresentar ao mundo oito das 16 canções do novo álbum. Com transmissão através do Youtube, fãs do mundo inteiro acompanharam ao vivo a primeira apresentação que marcou o lançamento do novo álbum da banda. Foi com um cenário de tirar o fôlego que o show apresentou uma bela fotografia e reuniu diversos instrumentistas. Acompanhados do nascimento do sol, Guy, Jonny, Will e Chris receberam potentes backing vocals durante “Church” e “BrokEn”. Já na emocionante “Daddy”, a transmissão se dividiu entre takes de Chris Martin no piano e imagens do palco circular e arredores em plano aberto. O ápice da apresentação aconteceu com “Arabesque” que impactou com a sua melodia crescente e com a participação do belga Stromae. Certamente um dos melhores dias do ano para os fãs de Coldplay. Setlist: “Sunrise”; “Church”; “Trouble in Town”; “BrokEn”; “Daddy”; “WOTW / POTP”; “Arabesque” e “When I Need a Friend”. Essas são as primeiras faixas do novo álbum do Coldplay, ou seja, integram a parte “Sunrise”. Assista aqui ao show na íntegra.

Após realizar um belo show durante o nascer do sol, a banda voltou ao palco no pôr do sol para apresentar a parte do álbum “Everyday Life” que é intitulada “Sunset”. O cenário circular, instalado com uma visão privilegiada de Amã, permitiu que a câmera registrasse belas imagens em 360º, integrando toda a banda e ainda exibindo momentos incríveis da despedida do sol. A performance de “Orphans” foi o destaque do show. Durante a música, fãs preencheram o espaço formando um coro que potencializou o aspecto eufórico da canção ao mesmo tempo em que outros fãs, que enviaram vídeos cantando o refrão do single, também apareceram na tela. O momento surpresa ficou por conta da faixa “Old Friends”. Imagens pré-gravadas mostraram Chris Martin e Jonny Buckland com outros looks e no meio do Roman Theater, um dos locais mais famosos de Amã. No teatro antigo, os dois apresentaram a música em uma proposta acústica e leve. Setlist: “Guns”; “Orphans”; “Èkó”; “Cry Cry Cry”; “Old Friends”; “Bani Adam”; “Champion Of The World” e “Everyday Life”. Assista ao show completo aqui.

Coldplay fez uma terceira apresentação na capital da Jordânia, dessa vez na Cidadela de Amã. Foi um show gratuito que movimentou a cidade do Oriente Médio. Após o espetáculo, a banda disponibilizou no Youtube os vídeos de “Viva la Vida” e “Sparks”, canções que marcaram momentos diferentes da noite. Essa dualidade começou antes do show, quando o Coldplay abriu enquete para que fãs escolhessem uma música do setlist para ser filmada e disponibilizada no canal do grupo. O hit “Viva La Vida” venceu a disputa, porém a banda surpreendeu ao também incluir no repertório a faixa “Sparks”, que é queridinha pelos fãs que acompanham o grupo desde o álbum “Parachutes”. Assista aos vídeos aqui.

Coldplay continuou celebrando o lançamento do “Everyday Life” no Natural History Museum, em Londres. O show foi um exercício de paciência para os fãs britânicos, já que foi bem difícil conseguir ingressos. Ainda falando sobre os ingressos, o lucro foi todo destinado às atividades da “ClientEarth” — uma instituição sem fins lucrativos que atua a favor do tema ambiental.  Já falando sobre o show, os registros mostram que a noite no museu foi épica e que reuniu a banda em um palco que tinha, em sua superfície, um esqueleto de baleia azul suspenso. Como não teremos turnê do novo álbum, a banda resolveu incluir mais uma vez os fãs que não estavam presentes e disponibilizou, no Youtube, um vídeo de “Orphans” que foi registrado durante a noite e que você pode assistir agora.

Em uma das poucas divulgações, em revista, da era “Everyday Life”, Coldplay estampou a capa do “The Sunday Times” e Chris Martin concedeu uma longa entrevista falando sobre o novo álbum da banda e ainda revelando um pouco de sua vida pessoal. As páginas da revista também foram responsáveis por antecipar planos futuros da banda, por exemplo um clipe para “Cry Cry Cry” —  a gravação foi flagrada pela revista, que também expôs detalhes do vídeo. A equipe do Viva Coldplay traduziu a entrevista na íntegra e você pode conferir tudo clicando aqui

A convite da BBC Radio 1, o Coldplay esteve no estúdio Maida Vale, em Londres, para apresentar algumas músicas do disco “Everyday Life”. Além de “Daddy”, “Arabesque”, “Guns”, “Orphans” e “Everyday Life”, todas faixas que integram o novo álbum, a banda ainda relembrou os velhos tempos com uma apresentação de “Lovers In Japan” (música lançada pelo Coldplay em 2008), e com um cover de “Gypsy Woman” (de Crystal Waters). Veja todas as performances aqui.

A revista estadunidense Time incluiu “Cry Cry Cry”, uma das faixas que integram o novo álbum do Coldplay, em lista que elegeu as melhores novidades musicais de novembro. A revista chamou a faixa de “bonita e simples”, e ainda afirmou que o refrão “convence como se fosse um clássico da literatura”.

O disco “Everyday Life” estreou no topo da parada de álbuns do Reino Unido! No mercado britânico, o mais recente trabalho do Coldplay vendeu 81.000 cópias na primeira semana, desbancando o disco natalino de Robbie Williams que estreou na 2ª posição com 67.000 unidades vendidas. Com o resultado, o Coldplay continua uma série ininterrupta de álbuns que alcançaram o 1º lugar no Reino Unido. A banda tem oito álbuns de estúdio e os oito chegaram ao topo.

Em entrevista exclusiva para a plataforma de streaming Apple Music, os quatro integrantes da banda falaram um pouco mais sobre a origem e a história de cada faixa do álbum “Everyday Life”.  O conteúdo é bem legal e a equipe do Viva traduziu tudo! Confira aqui.

Coldplay lançou um clipe deslumbrante para a faixa que dá título ao novo álbum da banda: “Everyday Life”. Dirigido pela canadense Karena Evans, o vídeo foi gravado na África do Sul, Ucrânia, Marrocos e Estados Unidos, e estruturou uma bela narrativa sobre “Ubuntu”. Além de uma admirável forma de retratar cultura e os costumes da vida cotidiana, o clipe ainda fala sobre representatividade e suas diversas formas de expressão. Leia mais sobre os temas abordados e assista ao clipe clicando aqui.

A banda foi ao programa francês “Quotidien” e marcou a participação com três performances, além de uma entrevista bem-humorada. A plateia da atração ficou eufórica com a apresentação de “Orphans”. Além da faixa, o Coldplay ainda apresentou as músicas “Champion of The World” e “Everyday Life”. Clique aqui para conferir tradução (francês x português) de trechos do programa, e para assistir aos vídeos das performances.

Coldplay apareceu em listas que revelaram os nomes que mais venderam álbuns e singles na última década no Reino Unido. Sem contar o lançamento mais recente (que ainda não amadureceu o suficiente para listas de longo prazo), todos os CDs que a banda lançou na década entraram na lista. O álbum “Mylo Xyloto”, lançado em 2011, conquistou a 17ª posição entre os mais vendidos/executados. Já os álbuns “A Head Full Of Dreams” e “Ghost Stories” alcançaram as posições 28º e 94º, respectivamente. Em relação aos singles, o único trabalho da banda que apareceu entre os 100 maiores da década foi “Something Just Like This”. A faixa gravada em parceria com o duo The Chainsmokers foi lançada em 2017 e na lista da década conquistou a 72ª posição.

Em uma das aguardadas listas de fim de ano, a Billbord reuniu seus renomados críticos para eleger as 100 melhores músicas que chegaram ao mundo em 2019. “Orphans”, lançada pelo Coldplay em outubro deste ano, entrou na lista na 93ª posição. A revista enalteceu a atmosfera de celebração da canção, além da história de teor sério por trás da composição da faixa. A colocação honrosa, mas modesta, coincidiu com a estreia do álbum “Everyday Life” entre os 200 álbuns mais vendidos semanalmente nos Estados Unidos. No ranking divulgado pela Billboard na época do lançamento, o novo trabalho do Coldplay pegou a 7ª colocação. Com exceção do álbum “Parachutes”, que foi o primeiro trabalho da banda e que teve maior impacto depois da semana de estreia, todos os álbuns do grupo tiveram estreias melhores na Billboard (em comparação ao recente “Everyday Life”). No ranking Billboard 200, os álbuns “X&Y”, “Viva La Vida or Death And All His Friends”, “Mylo Xyloto” e “Ghost Stories” alcançaram o 1º lugar. Já o disco “A Head Full Of Dreams” conquistou a 2ª colocação, enquanto o “A Rush Of Blood To The Head” chegou ao 5º lugar.

O programa “The Graham Norton Show”, que é exibido no Reino Unido através da emissora BBC One, destacou o Coldplay como grande atração musical de um dos seus episódios de dezembro. A banda apresentou a música “Everyday Life” em um belo cenário preenchido por estruturas de sol e lua, ícones que coincidem com a concepção criativa do novo álbum. Ainda no programa, o vocalista Chris Martin respondeu provocações do apresentador sobre os looks antigos da banda e revelou sua admiração por Hugh Grant, ator que estava presente. Assista ao vídeo aqui.

A revista britânica “Q Magazine” apontou o álbum “Everyday Life” como um dos 50 melhores lançamentos de 2019 e ainda publicou uma entrevista que foi feita com os integrantes do Coldplay (durante a recente passagem da banda pela Jordânia). O Viva Coldplay destacou e traduziu alguns trechos da entrevista aqui.

Chris Martin conversou com a dupla de radialistas Maarten Vancoillie e Dorothee Dauwe, da rádio belga QMusic, e deixou os fãs eufóricos ao afirmar que o Coldplay voltará aos palcos em “mais ou menos 18 meses”.

error: Content is protected !!