Coldplay anuncia participação no “Global Goal”, show beneficente que será transmitido pelo Grupo Globo

Vitor Babilônia
22 jun 2020

Na manhã desta segunda-feira (22), o Coldplay divulgou, no site oficial e em todas as redes sociais da banda, que participará do show beneficente “Global Goal: Unite for Our Future”.

O evento foi criado para combater o impacto desproporcional que a Covid-19 gera em comunidades que são mais vulneráveis e que têm menos acesso às ações contra o vírus. É um chamado de equidade para líderes mundiais disponibilizarem testes, tratamentos e vacinas para todos e em qualquer lugar.

Com exibição marcada para o dia 27 de junho, o show é um dos destaques da campanha da Global Citizen e vai celebrar ações coletivas e compromissos assumidos pelos países integrantes da iniciativa Global Goal. As participações confirmadas incluem a comissão europeia, diversos líderes globais, referências do mundo da ciência, e artistas – entre eles o Coldplay.

Coldplay / Divulgação.

Além de Coldplay, o line-up conta com performances de Shakira, Jennifer Hudson, Miley Cyrus, Justin Bieber, Quavo, Chloe x Halle, Usher, J Balvin, Yemi Alade e Christine and the Queens. Com apresentação de Dwayne Johnson, o evento ainda vai contar com a aparição de artistas como Antoni Porowski, Billy Porter, Charlize Theron, David Beckham, Hugh Jackman e Olivia Colman.

O site do Global Goal já adiantou que o Grupo Globo vai transmitir o show no Brasil. Levando em consideração o último evento promovido pelo Global Citizen e exibido aqui, tudo indica que o show do dia 27 vai ao ar no Multishow (TV e Youtube) e no Globoplay, além da própria TV Globo que deve exibir os melhores momentos.

Na internet, o show será transmitido em diversas plataformas – entre elas, Apple, Tidal, e nas contas do Global Citizen no Youtube e no Twitter.

Quem não está no Brasil também vai poder assistir na TV em canais como ARD, Canal+ Group e RTVE (na Europa); Bell Media, CBC, Citytv e Global TV (no Canadá); NBC e iHeartMedia (nos Estados Unidos); MultiChoice Group e SABC (na África); Fuji TV e Star India (na Ásia); e Channel Nine (na Austrália).

Os países que vão ter líderes assumindo compromisso com as ações coletivas da campanha são: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Barém, Canadá, Catar, China, Coréia do Sul, Dinamarca, Etiópia, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Gana, Índia, Indonésia, Irlanda, Kuwait, México, Nigéria, Noruega, Países Baixos, Polônia, Quênia, Reino Unido, Ruanda, Singapura, Suécia e Suíça.

No site do movimento Global Citizen o evento tem uma página especial que já conta com várias ações para alcançar maior equidade no combate a Covid-19. Por exemplo, petições para pressionar os governos de diversos países a promover testes, tratamentos e vacinas para todos; abaixo-assinado para que sejam disponibilizados testes para todos; e petição para que os governos dos países ricos não esqueçam de ajudar os países mais pobres quando forem disponibilizar vacinas.

Global Citizen ainda elencou diversas ações que estimulam as pessoas a mandar e-mails, escrever mensagens e fazer tweets para aumentar a discussão de como os efeitos da Covid-19 são desproporcionais quando comparamos diferentes comunidades. Para assinar as petições clique aqui, e para ajudar a promover ações e discussões clique aqui.

Foto de Capa: James Marcus Haney.

Vitor Babilônia

error: Content is protected !!