Há nove anos, o clipe de “Viva La Vida” estreava na internet

Vitor Porto
1 ago 2017

Em maio de 2008, antes do lançamento do clipe de “Viva la Vida”, um lindo vídeo promovia a música no iTunes. O trabalho deixou todo mundo ansioso para o clipe que seria lançado pouco tempo depois


Após tanta expectativa, no dia 1º de agosto de 2008, há exatos nove anos, o vídeo oficial de Viva la Vida estreou no site do Coldplay! Três dias depois foi a vez de o belo trabalho chegar ao youtube.

A data é marcante porque o clipe intensificou ainda mais a popularidade da canção. O segundo single do aclamado álbum Viva la Vida or Death and All His Friends, lançado no mesmo ano, foi responsável por levar a carreira da banda para um novo patamar. Foi com a explosão da música e do CD que Coldplay iniciou sua jornada de shows em grandes estádios.


Com letra carregada de referências históricas e religiosas, o hit faz ainda mais sentido quando se escuta o álbum do início ao fim e se percebe a história que ele conta. Além do som e da criatividade já característicos do Coldplay, a melodia guiada por cordas, sinos e percussão causa uma sensação de grandiosidade (não só sensação).


O clipe aniversariante foi dirigido por Hype Williams e mostra a banda através de contraste e certo filtro ‘borrado’. A fotografia artística tem ligação com a pintura A Liberdade Guiando o Povo, de Eugène Delacroix. A obra, que também estampa a capa do álbum, fala da revolução francesa- de 1830.

La Liberté guidant le peuple


No contexto do trabalho de Delacroix, o rei Carlos X é destronado e Luis-Philippe (último rei francês) assume o trono. A história tem total ligação com a composição: “I used to rule the world, seas would rise when I gave the word. Now in the morning I sleep alone, sweep the streets I used to own” (“Eu costumava dominar o mundo, mares se abriam a partir do meu comando. Agora, pela manhã, eu durmo sozinho e varro as ruas que eu costumava possuir”), canta Chris


O fato é que o histórico do clipe e da música “Viva la Vida” são impressionantes. Ainda hoje o single é o melhor resultado que Coldplay já alcançou nas paradas musicais e com certeza o vídeo foi útil nessa escalada ao topo.

O icônico clipe já alcançou mais de 425 milhões de visualizações no youtube e hoje se destaca entre os quatro vídeos mais assistidos da banda.


A popularidade do clipe também impulsionou a já bem sucedida canção. Na Billboard Hot 100, ranking norte-americano, a música se tornou a segunda do Coldplay a entrar no TOP 10 e a primeira a alcançar o topo da lista! Consequentemente o single foi sucesso nas rádios estadunidenses e alcançou a oitava posição no Top 10 do ranking “Radio Songs”.

Na lista “Alternative Songs”, da Billboard, “Viva La Vida” também atingiu a primeira posição. Outro feito da música é ter alcançado, simultaneamente, o primeiro lugar da lista principal (Hot 100) e da lista “Modern Rock” (tal feito não acontecia desde 2001). Ainda nos Estados Unidos, o single ganhou certificado de Platina triplo! Digitalmente a música vendeu mais de 4 milhões de cópias.


No Reino Unido o single também foi um mega sucesso! “Viva la Vida” alcançou a primeira posição na UK Singles Charts e se consagrou como o primeiro single do Coldplay a atingir o topo das paradas britânicas (a banda tem dois número 1 por lá: Viva e “Paradise”). O hit ficou no Top 40 do meio do ano de 2008 até março de 2009 (quando caiu para a 44ª posição).

Coldplay recebendo Song of the year no Grammy de 2009


Com grande sucesso comercial e também de crítica, em 2009 “Viva la Vida” chegou como favorita na 51ª edição do Grammy e venceu na categoria Song of the year (Canção do ano). Além disso, o hit levou pra casa o Grammy de “Best Pop Performance by a Duo or Group with Vocals” e o álbum “Viva la Vida or Death and All His Friends” ainda garantiu o prêmio de “Best Rock Album”.


“Viva la Vida” foi sucesso nas paradas musicais de quase todo o mundo. Com a grade exposição, Coldplay ficou nos holofotes e recebeu acusações de plágio. Primeiro foram acusados pela banda estadunidense Creaky Boards, depois por Joe Satriani e por último por Yusuf Islam (Cat Stevens). Coldplay se defendeu e apenas o caso de Satriani chegou a ser julgado em corte (gerando acordo fora dos tribunais).

Mood: desviando das acusações de plágio


Vale dizer ainda que na mesma época “Viva la Vida” ganhou uma versão alternativa filmada na Holanda e dirigida por Anton Corbijn. O segundo vídeo, que só foi publicado no youtube em 2011, traz Chris Martin como um rei e também destaca a pintura “A Liberdade Guiando o Povo”.


No clipe alternativo, o vocalista carrega a obra de Eugène Delacroix e ao final posiciona a imagem no topo de uma colina. Lá em cima todos os integrantes se reúnem, com os marcantes figurinos da era, e cantam enquanto o ‘rei’ Chris observa o horizonte.

Figurino da era Viva


Quando analisamos a linha histórica da música “Viva la Vida” a gente logo pensa em sucesso! Aposto que você já está cansado de escutar o hino em grandes eventos esportivos, diversas formaturas e até em novela brasileira. Não é?


Com certeza o vídeo, que hoje completa nove anos, é um importante aliado na popularização de um dos maiores hits do Coldplay.

Agradecimentos: IMDb

Vitor Porto

  • Paulo Vasconcelos

    Esse Vitor Porto é uma máquina de ótimos posts! Esse e o do De Volta Para O Futuro ficaram sensacionais. Parabéns pra vc, cara!!