[Let’sTalk #9] A originalidade de Every Teardrop Is A Waterfall.

Diego Luiz
5 jun 2011

O lançamento do novo single do Coldplay foi um dos assuntos mais falado na última sexta-feira. Dividiu os fãs e a crítica (a maioria recebeu a música de maneira muito positiva). Infelizmente junto com a música veio também à controvérsia das afirmações de que eles copiaram “’Ritmo De La Noche” uma “dance music” dos anos 90.  Alguns sites chegaram a colocar no título “Coldplay copia novamente”, outro escreveu: “Mesmo o Coldplay não pode vir com coisas novas. O Ano dos imitadores”.  Se você não quer fazer como esses sites, clique no leia-mais para saber  a respeito da originalidade de ‘Every Teardrop is a Waterfall’.

Depois das acusações Chris Martin, veio para esclarecer, e confirmou que a banda colaborou com Peter Allen e Anderson Adrienne, cuja canção “I Go to Rio” foi também usada em “Ritmo De La Noche”. Allen e Anderson também receberam os seus devidos créditos na música, e Chris Martin confirmou no site oficial do Coldplay: “Every Teardrop Is A Waterfall” contém elementos de “I Go To Rio”escrito por Peter Allen e Anderson Adrienne “.

De acordo com o site Digitalspy, um porta-voz da banda, disse: “Chris se inspirou para escrever a canção após assistir o filme de Alejandro González Iñárritu,  Biutiful. “No filme, há uma cena noturna – durante o qual uma faixa está tocando no fundo – com base em” I Go To Rio”.  Como resultado, Allen e Anderson também são creditados como os escritores de ‘Every Teardrop Is A Waterfall’.
.
Peter Allen foi um compositor australiano, suas canções se tornaram populares por muitos artistas. Além de gravar vários discos, ele teve uma carreira de cabaré e de concertos, com diversas aparições nas rádios da época. Allen ainda chegou a ganhar um Oscar de melhor canção para o filme Arthur, O Milionário Sedutor  de 1981.  Uma das canções que marcaram sua carreira foi, “I Go to Rio”, em co-autoria com Adrienne Anderson (um compositor norte-americano, mais conhecido por ser o co-roteirista de “Could It Be Magic”, entre outras canções de Barry Manilow).
A canção foi lançada em 1976, no álbum de estúdio de Peter Allen. Em 1977, foi lançado com sucesso como single na Austrália, onde foi número 1 por cinco semanas, e foi o sexto single mais vendido na Austrália naquele ano. A canção foi regravada por Peggy Lee em 1977, bem como pelo famoso cantor francês Claude François, com tradução francesa, em 1978. Em 1979,  foi muito popularizado nos Estados Unidos pelo grupo de pop/rock Pablo Cruise. Em 2008, a canção foi regravada pelo guitarrista australiano Tommy Emmanuel, em seu álbum ao vivo.  Allen, morreu em 1992, teve uma bem sucedida carreira musical na década de 1970 a 1980, liberando mais de dez álbuns solo.
.
Fica evidente a tentativa de alguns sites de tentarem acusar o Coldplay sem ao menos se dar o trabalho de pesquisar a origem da música. Claramente homenageado pela banda, o músico ficaria muito feliz de estar sendo representado pelo Coldplay a essa nova geração, afinal quem aqui já conheceu o grande artista que foi Peter Allen?
.
Você pode conferir também as outras matérias pelo Let’s Talk clicando aqui. Até a próxima.

Diego Luiz

@diegolsc